4 passos para decorar ambientes masculinos
Gabriela Broliani
Clique na imagem para fazer o Download...
Canto de estar com decoração masculina
Alta | Web
Gabriela Broliani
Clique na imagem para fazer o Download...
Couro pode ser utilizado em estofados e em revestimento de móveis
Alta | Web
Gabriela Broliani
Clique na imagem para fazer o Download...
Cores mais fortes podem ser utilizadas para compor a decoração sóbria
Alta | Web
Nenad Radovanovic
Clique na imagem para fazer o Download...
Erika Fukunishi e Thalita Miyawaki
Alta | Web
 Profissionais da EFTM Arquitetura dão dicas de como planejar a decoração para os homens

Na decoração de interiores, o público em geral costuma ter a ideia de que alguns ambientes são, por essência, mais masculinos e que, somente nestes casos, o projeto para o espaço deve seguir o gosto dos homens. Mas nem só lugares como churrasqueiras, escritórios, adegas, salas de jogos, e cantos da leitura acomodam bem a decoração masculina. Ao contrário disso, todos ambientes podem ser pensados para os homens, como ensinam as arquitetas Erika Fukunishi e Thalita Miyawaki, da EFTM Arquitetura.

A regra é não ter regra

Na arquitetura e na decoração, não existe uma receita certa a ser seguida. Segundo as profissionais, com todos os perfis de clientes, o importante é conhecer os gostos e características da pessoa que vai utilizar o espaço, seja um homem ou uma mulher, independentemente da idade.

Além do preto e branco

Cores neutras como preto, branco, marrom e cinza tornam a decoração dos ambientes mais sérias, mas utilizar tons mais fortes e intensos de maneira pontual traz estilo ao ambiente, sem deixa-lo menos masculino. “Amarelo, azul marinho e verde militar são exemplos de cores que podem ser utilizadas em detalhes, como peças de decoração, móveis pequenos e obras de arte”, comenta a arquiteta da EFTM, Erika Fukunishi. Além das cores, as estampas também podem ser incluídas na decoração, como as geométricas e as mais modernas, em almofadas, tapetes e papeis de parede, por exemplo.

A elegância do couro

O couro é um dos tecidos mais encorpados, ideal para utilizar em espaços masculinos. Sintético, legítimo ou ecológico, qualquer uma das opções traz a sensação de elegância, requinte e masculinidade ao ambiente. Além dele, outros tecidos como sarja, linho e lã também podem estar em estofados, almofadas, tapetes, cortinas e colchas.

Flores e plantas não são só para mulheres

As peças de decoração são essenciais para compor uma boa ambientação. Mesmo que o homem prefira um espaço mais clean, luminárias, livros, quadros e mobiliário solto em diferentes materiais, como madeira de demolição ou laca, complementam o ambiente e trazem a sensação de aconchego e pertencimento ao local. Dentre essas peças, também estão os vasos com plantas e flores, geralmente associados à feminilidade. “Orquídeas, por exemplo, são flores delicadas, mas quando escolhidas na cor certa e acomodadas em vasos mais rústicos, podem trazer leveza e beleza a um cômodo mais neutro, masculino”, finaliza Thalita Miyawaki, também arquiteta da EFTM.

Segundo as profissionais, os clientes homens prezam por uma moradia funcional, em que tudo seja de fácil acesso, aliando a praticidade à beleza. Além disso, uma área social bem equipada e um bar poderoso são essenciais, para que o imóvel esteja sempre pronto para receber convidados que sintam-se também em casa.

 Sobre a EFTM Arquitetura:
Em 2013, as arquitetas Erika Fukunishi e Thalita Miyawaki se uniram e fundaram a EFTM Arquitetura, escritório especializado em projetos de urbanismo, interiores e arquitetônicos. Jovens e cheias de ideais as duas buscam atenção aos detalhes e desejos dos clientes para oferecer projetos funcionais, personalizados e agradáveis visualmente. Erika Fukunishi está formada desde 2010 pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná no curso de Arquitetura e Urbanismo e é especialista em Construções Sustentáveis pela Universidade Tecnológica do Paraná. Thalita Miyawaki, também formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná no curso de Arquitetura e Urbanismo, desde 2007, é especialista em Gestão Técnica do Meio Urbano pela mesma universidade.

 
Serviço:
EFTM Arquitetura
Rua Professor Paulo D’Assumpção, 132, Jardim das Américas - Curitiba (PR)

www.eftmarquitetura.com
Erika Fukunishi – CAU nº A67408-7

Thalita Miyawaki – CAU nº A53912-0

 

Arquitetura e ConstruçãoBG ComunicaçãoDecoraçãoEFTM Arquitetura