Dicas de como diminuir o sódio de pratos queridinhos
 

Simples mudanças ajudam a reduzir a quantidade de sal presente nesses alimentos
 

Salt

A população brasileira consome em média 12 gramas de sal, diariamente, mais do que o dobro da quantidade recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH), que é de 5 gramas. O que preocupa os profissionais da área de saúde é que o consumo excessivo de sódio é apontado como uma das causas da hipertensão, o que aumenta significativamente o risco de doença cardiovascular, a principal causa de mortes no Brasil e no mundo.

Por isso, é preciso ter cuidado com a quantidade de sal que adicionamos espontaneamente em nossas preparações diárias. “Estudos apontam que até um quarto de todo o sal que uma pessoa consome no dia é adicionado à comida durante o preparo”, explica a nutricionista Marcia Gowdak, diretora do Departamento de Nutrição da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp) e nutricionista responsável pelo Departamento de Nutrição da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH).

Porém, reduzir a quantidade de sódio não significa reduzir o sabor. Pensando nisso, a chef Natalia dos Santos listou os alimentos queridinhos dos brasileiros e a nutricionista Marcia Gowdak ensina algumas dicas para diminuir a quantidade de sódio presente nesses pratos. Confira!

10 alimentos preferidos dos brasileiros:

  1. Arroz
  2. Feijão
  3. Frango de Panela
  4. Picadinho
  5. Salada (alface e tomate)
  6. Molho à Bolonhesa
  7. Sopa de Legumes
  8. Salada de Batata
  9. Strogonoff
  10. Feijoada

Dicas para reduzir a quantidade de sódio desses alimentos:

1 – Experimente a preparação antes de adicionar mais tempero. Muitas pessoas acrescentam o sal antes de saber se o prato está saboroso;

2 – Cuidado com o consumo de alguns alimentos, tais como, bacon, queijos, azeitonas e salame.  Estes alimentos contêm quantidades elevadas de sal e são frequentemente utilizados como ingredientes do feijão, feijoada, saladas e outras preparações consumidas diariamente;

3 – Reduza a quantidade de sal utilizada gradativamente. O paladar precisa de um tempo para se acostumar ao novo sabor;

4 – Leia os rótulos das embalagens. A indicação da quantidade de sódio presente em cada produto deve ser informada ao consumidor. Além disso, alguns produtos explicam como deve ser o modo de preparo para que a quantidade de sódio informada no rótulo corresponda ao nosso consumo.

5 – Quando utilizar temperos em pó ou caldo, não adicione mais sal. Esses produtos já possuem a quantidade suficiente para deixar a comida saborosa;

6 – Retire o saleiro da mesa. Essa atitude simples vai ajudar a reduzir a vontade de acrescentar mais sal à comida. É muito comum acrescentar sal à salada sem experimentar o tempero primeiro. Isso pode levar ao consumo excessivo de sódio;

7 – Durante o preparo, utilize medidas caseiras para acrescentar sal aos pratos. A referência da colher de chá ou café é sempre melhor do que o “sal a gosto” e as “pitadas”. 

 

GastronomiaS2PublicomSaúdeUnilever