Arquitetando com múltiplas funções!

Projeto contemporâneo ganha multiplas funções

Criado pelos arquitetos Diogo Luz e José Guilherme Carceles, espaço surpreende pela criatividade!

Projeto Poledance dos arquitetos Diogo Luz e José Guilherme Carceles, do escritório Casa 100 Arquitetura / Imagem: Quadra 2 Fotografia

Apartamentos pequenos são cada vez mais comuns em São Paulo, e algumas pessoas acreditam que não é possível criar mais de uma função em um ambiente ou deixá-lo mais amplo. Para contradizer todas essas ideias, os arquitetos Diogo Luz e José Guilherme Carceles – do escritório Casa 100 Arquitetura - mostram que é possível desenvolver ambientes modernos, multifuncionais e personalizados em qualquer metragem.

Projetado para um jovem advogado, solteiro e que gosta de receber amigos, o apartamento Poledance de 65m², localizado no Itaim Bibi, com 65m², surpreende pela sua multifuncionalidade e design de interiores.

Com todo o desenho de marcenaria desenvolvida pelos arquitetos, a proposta do projeto foi criar um ambiente amplo e que atendesse todas as necessidades do cliente. Os móveis baixos que contornam toda a sala, foram pensados para servir de bancos, apoios ou mesa. Já o balcão da cozinha foi desenhado com um fecho “toque”, ficando maior conforme o desejo do morador. E para fazer o papel da mesa de jantar foi usado um quadro grafitado, que quando não está sendo utilizado, está pendurado na parede.

Além de pensar no design e no uso dos espaços, Diogo e José Guilherme desenvolveram um projeto luminotécnico com luz indireta na sanca de gesso, que possui duas funções: a iluminação comum do dia a dia ou a colorida para festas. Por estarem sobre a sanca, elas não aparecem, deixando o espaço mais agradável. Já na cozinha, um pendent foi instalado sobre o balcão e no terraço spots de luz com iluminação aparente remetem a baladas underground. 

Detalhe do balcão da cozinha, desenhado pelos arquitetos Diogo Luz e José Guilherme Carceles, do escritório Casa 100 Arquitetura / Imagem: Quadra 2 Fotografia

 

Projeto luminotécnico dos arquitetos Diogo Luz e José Guilherme Carceles, do escritório Casa 100 Arquitetura / Imagem: Quadra 2 Fotografia

“O cliente queria um espaço para dar festas e receber os amigos. Quando perguntamos o que ele queria no projeto, ele respondeu “Quero um Poledance”. Por isso o nome. A partir disto, criamos um ambiente leve, mutável, multifuncional, contemporâneo, urbano e livre. “, conta o arquitetos Diogo Luz. 

 

Sobre a Casa 100 Arquitetura:

Amigos desde o colégio e formados, em 2011, pela Universidade Presbiterana Mackenzie, os arquitetos Diogo Luz e José Guilherme Carceles, descobriram que, unindo seus talentos com criatividade e personalidade é possível desenvolver projetos inovadores. E desta união nasceu - em abril de 2013 - a Casa 100 Arquitetura.

Com um estilo contemporâneo, os profissionais criam projetos neutros valorizando o uso natural de materiais como: madeira, metal, tijolo aparente e concreto; e acrescentam sempre pontos fortes de cor e textura, garantindo sofisticação e personalidade. Apresentam também soluções inovadoras - inclusive para ambientes pequenos - desenvolvendo móveis multifuncionais, que se adequam bem às necessidades do espaço. Valorizam a utilização da luz natural como parte do design e buscam sempre novas ideias, apresentando elementos cheios de originalidade.

Os arquitetos da Casa 100 Arquitetura já participaram de concursos para grandes projetos, inclusive internacionais. Eles acreditam que um trabalho minimalista,e com a combinação harmônica dos materiais e o acompanhamento em todas as fases das obras é o que os clientes procuram quando contratam um arquiteto e/ou designer de interiores.

Saiba mais sobre o trabalho da Casa 100 Arquitetura, acesse: http://www.casa100.com.br/

ArquiteturaCasa 100 ArquiteturaDecoração e ArquiteturaMafer Comunicação