O guia definitivo para se estudar à distância

 

Passamos da metade do mês de novembro e para os vestibulandos que ainda não estão ‘dando o sangue’ nos estudos, já passou da hora de tomar medidas drásticas para recuperar o tempo perdido. Para estes ‘atrasadinhos’, a salvação pode estar na educação à distância. Por isso o Stoodi - startup de educação à distância que oferece videoaulas, plano de estudos e monitorias transmitidas ao vivo - preparou o Guia definitivo para se preparar para os vestibulares aí mesmo da sua casa, controlando seus horários e otimizando seu rendimento.

1) Organize seus estudos e siga um cronograma
É lógico que você, aluno preparado que é, já tem o edital dos vestibulares que vai prestar decor e salteado, certo? Então, se você já sabe o que vai cair no vestibular, está na hora de fazer um grande cronograma para garantir que você vai estudar todas as matérias a tempo. Defina o que você vai ver em cada dia da semana – a organização é tão importante quanto o foco para o estudante e pode fazer toda a diferença. Depois de ter uma ideia geral, estabeleça metas diárias. Estude determinado número de horas ou até liquidar um assunto. As metas servem de motivação e podem te ajudar a completar seus objetivos com maior facilidade.


2) Escolha um lugar para chamar de seu 
Um dos maiores erros que os estudantes cometem na organização é não ter um local fixo para estudar. Pode ser no seu quarto, numa biblioteca, num escritório – o local propriamente não importa, você só precisa se sentir à vontade e conseguir se concentrar nos estudos. Se estudar sem o mínimo de conforto é ruim, assistir às aulas com conforto excessivo também pode te atrapalhar. Nada de estudar na cama, deitado ou numa posição que dê aquele soninho. O seu cérebro precisa entender que você está ali para produzir conhecimento e fixar todo o seu aprendizado.


3) Entre numa rotina 
Essa dica vale para qualquer tipo de estudo e você pode levá-la para a vida toda. Quando se trata de estudar sozinho pelo computador, é preciso incorporar esse ensinamento como um mantra. É essencial estabelecer uma rotina. Não precisa cumprir o mesmo horário todos os dias – às vezes isso nem é possível. O que importa é você ter bem claro o momento que vai destinar aos seus estudos, separando uma carga horária coerente. Isso ajuda o corpo “se acostumar” e evita que o você sinta sono durante o estudo.

4) Você não é de ferro, faça pausas!
Quando você estuda durante uma carga horária pesada sem dar um descanso para a sua mente, o cérebro acaba não entregando o seu maior potencial. As pausas são, portanto, momentos para você arejar o seu cérebro e conseguir aumentar a produtividade do seu estudo. É similar ao processo de comer a cada 3 horas: o corpo precisa de um estímulo para conseguir se empenhar novamente naquilo que você está fazendo. O tempo de duração das pausas variam de pessoa para pessoa. Alguns professores indicam uma pausa de 15 minutos entre 1 ou 2 horas estudadas, mas vale a pena fazer uma experiência e ver como o seu corpo responde ao processo.

5) Não misture as disciplinas para sua cabeça não virar a Torre de Babel
Tudo na vida é controle e equilíbrio. Estude uma matéria por dia e intercale as áreas de conhecimento durante a semana. Por exemplo, se hoje o estudo foi destinado à matéria de literatura, procure dar uma folga para a mente e estude no dia seguinte os conteúdos de química. Depois, você pode estudar geografia e por aí você vai evoluindo sem desgastar-se demais com os mesmos assuntos. Coloque na cabeça que estudar é um processo de evolução e conhecimento, não precisa ser um martírio. Dê-se a oportunidade de curtir uma atividade que vai lhe render ótimos frutos no futuro.

Sobre o Stoodi
Lançado em 2013, o Stoodi é uma startup de educação a distância que oferece videoaulas, plano de estudos e monitorias transmitidas ao vivo. A plataforma nasceu com o objetivo de democratizar oacesso à educação no país, oferecendo uma plataforma intuitiva e acessível para facilitar a vida dos estudantes em fase pré-vestibular e de alunos do ensino médio que precisam de reforço escolar. A plataforma já conta com aproximadamente 220 mil cadastrados e 17,5 milhões de aulas assistidas, que correspondem a 3,2 milhões de horas de conteúdo. 

 

 

 

EducaçãoJuvenilNR-7 ComunicaçãoStoodi