Alimentos à base de trigo são essências para gestação

Nutricionista lista benefícios que o cereal e seus derivados podem trazer durante a gravidez

Manter uma alimentação equilibrada durante a gestação é fundamental para garantir que o bebê se desenvolva de maneira saudável, e também para que a mãe evite problemas de hipertensão e diabetes, ou anemia e desnutrição, que podem resultar em uma gravidez de alto risco.

Neste sentido, a inclusão dos derivados da farinha de trigo no cardápio diário das grávidas é de extrema importância. De acordo com Vanderli Marchiori, consultora em nutrição da Associação Brasileira das Indústrias do Trigo (ABITRIGO), pães, massas e biscoitos, por exemplo, além de serem excelentes e acessíveis fontes de carboidrato, que fornecem energia, são provedores de vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B6, B12), ácido fólico e minerais que fortificam o organismo tanto da mulher quanto do feto.

“O ferro e o acido fólico são fundamentais para o desenvolvimento da parte neurológica do bebê e previnem a anemia gestacional; já o zinco produz hormônios e enzimas que ajudam na formação do sistema imunológico da criança”, explica a nutricionista.

A versão integral destes alimentos contém mais fibras, que auxiliam no bom funcionamento do intestino e controle do colesterol e estabilidade glicêmica, e proporciona maior sensação de saciedade.

A especialista afirma que é essencial incluir na alimentação outros cereais, frutas, legumes, verduras, laticínios e carnes. Cada um possui sua função específica que garantirá o bom funcionamento do organismo da mamãe e o perfeito desenvolvimento do bebê.

Na plataforma Trigo é Saúde estão disponíveis mais informações detalhadas e dicas de cardápio para as gestantes. Confira.

 

 

 

 

ABITRIGONutriçãoSaúdeTree Comunicação