Os cuidados que você tem que ter com a saúde durante o verão

 

QUAIS SÃO OS CUIDADOS QUE VOCÊ TEM QUE TER COM A SAÚDE DURANTE O VERÃO?
 

Mais um ano se foi e agora é o momento de recarregar as baterias para começar 2017 com toda energia e com a saúde em dia. Durante esse período, vem chegando também o verão, que promete elevar as temperaturas e proporcionar dias de muito calor e sol. Mas, você sabe quais são os cuidados necessários que você tem que ter com a saúde durante essa época do ano?

O Mundo dos Exames, plataforma que ajuda os pacientes a entender seus exames e encontrar os melhores prestadores utilizando ou não um plano de saúde, listou algumas dicas para te ajudar a aproveitar melhor a estação mais esperada do ano e não descuidar da saúde:

Desidratação: nosso corpo perde líquidos e sais minerais durante o dia. Em média, perdemos 2,5 litros de água por dia, seja pelo suor, urina, pelas fezes e até pelo ato de respirar.  O verão e o aumento do calor intensifica a transpiração, que somada ao maior risco de consumir alimentos em más condições, contaminados ou mal conservados, podem desencadear diarreias e vômitos.

Os sintomas da desidratação são boca seca, olhos ressecados, longos períodos sem urinar e sede. A desidratação, em casos mais severos, pode ter sérias consequências. A forma mais indicada para se cuidar é evitar a exposição excessiva ao sol, ingerir bastante líquido (principalmente água) e usar roupas leves. Claro, toda atenção com os alimentos que são consumidos também ajuda a evitar a desidratação.

Sempre que suspeitar de uma desidratação utilize o soro com sais para reidratação oral. Ele é distribuído gratuitamente pelo Ministério da Saúde. Caso não tenha acesso aos envelopes do soro, utilize o soro caseiro. Para providenciar é muito fácil: em um litro de água filtrada ou fervida previamente, adicione 3,5 gramas de sal e 20 gramas de açúcar. Na prática, as medidas representam uma colher de chá de sal e uma colher de sopa de açúcar. Após a produção, é só consumir em doses pequenas, ao longo do dia. É importante ressaltar que a dose recomendada em caso de vômito é de 2ml por kg, e em caso de diarreia, 10ml por kg.

Insolação: exposição excessiva ao sol é o principal fator causador da insolação. Seus sintomas envolvem a intensa falta de ar, dor de cabeça, tontura, náuseas, pele quente, avermelhada e seca. Mesmo sem exposição direta ao sol, é possível sofrer insolação. A areia, por exemplo, reflete os raios solares e pode causar o aumento da temperatura do corpo.

A insolação gera desidratação e queimaduras que se manifestam inicialmente pela pele vermelha e que transmite ardor. Em estágios mais severos, leva à formação de bolhas na pele. A melhor forma de evitar que isso ocorra durante o verão é utilizar protetor solar com regularidade, evitar os períodos de sol mais intenso (entre 10 e 16h fora do horário de verão) e se hidratar de maneira correta. Ao primeiro sinal de insolação, a pessoa deve procurar um local de sombra, longe dos raios solares para não prejudicar ainda mais a pele. Em casos mais graves de queimaduras e aumento da temperatura corporal, é necessário procurar atendimento médico.

Intoxicação alimentar: como já reforçamos acima, o calor inspira cuidados adicionais com os alimentos. As férias também aumentam o consumo de alimentos em lugares como praias, clubes e ambientes ao ar livre, com maiores dificuldades de condições adequadas de higiene e conservação. Cuidar da sua saúde no verão também passa por ter atenção com tudo que você consome fora de casa, pois não é necessário que um alimento esteja estragado para que esses sintomas aconteçam.

As reações mais comuns envolvem diarréia, desarranjo intestinal, náuseas, vômitos, dor de cabeça e desidratação. Em casos mais brandos, a pessoa costuma se recuperar em um curto período, apenas repousando e ingerindo bastante água. Casos mais severos despertam maior atenção e demandam atendimento médico.

Micoses: Nessa época, nossa transpiração aumenta, assim como o contato com a água de mar e piscina.  Isso acaba deixando nossa pele mais úmida, criando condições favoráveis para micoses, causadas por fungos que se desenvolvem rapidamente. Os tipos mais comuns de micoses aparecem nas virilhas, pés e unhas.

As micoses manifestam-se por pequenas lesões vermelhas na pele, que provocam descamação e coceira.  Ao perceber o possível aparecimento é recomendado procurar um dermatologista, já que as micoses podem ser confundidas com outras doenças.

Por fim, aproveite ao máximo o período de calor, mas não se esqueça - cuide da sua saúde no verão. O bom senso, a precaução e a moderação na exposição ao sol contribuem bastante para curtir a estação mais quente do ano com alegria e diversão.

*Este artigo foi produzido pela equipe doMundo dos Exames, plataforma que ajuda os pacientes a entender seus exames e encontrar os melhores prestadores utilizando ou não um plano de saúde.


 

 

Mundo dos ExamesPiaRSaúdeSaúde Pública