Benefícios das gorduras boas para a saúde

*Por Viviane Kim
 

Hoje em dia, há pessoas que ainda se assustam com a ideia de consumir alimentos que são fontes de gordura em sua dieta. Contudo, esse macronutriente exerce um papel fundamental no funcionamento do nosso organismo. Também conhecidas como lipídios, essas gorduras não são só indispensáveis na composição das nossas células, como são essenciais na produção e regulação hormonal, além de proporcionar muita saciedade.

Diferentemente do que se pensava nos anos 70, quando se propagou a ideia de que a gordura em si era prejudicial à saúde vascular, hoje sabemos que diversos tipos desse nutriente são benéficos ao coração, quando consumidos da forma e na quantidade correta. 

As gorduras insaturadas, por exemplo, formam o grupo principal de lipídios associados à prevenção de doenças.  A monoinsaturada, encontrada principalmente no abacate e no azeite, auxilia na redução dos níveis de colesterol ruim (LDL) e no aumento dos níveis de colesterol bom (HDL), sendo uma das maiores aliadas no combate a doenças do coração. A gordura poli-insaturada, encontrada nos peixes e frutos do mar (Ômega-3, 6), na soja e em grãos (como nozes, semente de linhaça e de girassol), também são importantes para a nossa saúde. Como nosso organismo não consegue produzi-los, precisamos obtê-los por meio da alimentação. 

O ômega-3 é uma gordura famosa pela sua função anti-inflamatória e exerce papel importante na saúde cardiovascular, podendo ser encontrado no salmão, sardinha e linhaça. Já o ômega-6, encontrado nos óleos vegetais, quando consumido excessivamente pode causar inflamações. Por isso, é muito importante manter o equilíbrio entre essas gorduras para garantir sua correta função protetora. 

Os benefícios não se aplicam a todas as gorduras. A gordura trans, por exemplo, também conhecida como gordura vegetal hidrogenada, que é encontrada principalmente em produtos industrializados como biscoitos, salgadinhos e margarinas, e as gorduras saturadas, presentes nos alimentos de origem animal, como carnes gordurosas, manteiga, laticínios e também em produtos industrializados, não entram na regra das gorduras boas.

 O consumo excessivo do primeiro tipo, deve ser evitado já que corrobora para o aumento do colesterol ruim, conhecido também como LDL, além de diminuir o bom (HDL). Já o consumo do segundo, deve ser feito com moderação, pois a ingestão elevada pode aumentar o LDL, favorecendo o seu acúmulo nas artérias e elevando o risco de problemas cardíacos.

Vale lembrar que a gordura é uma grande fornecedora de energia. Por isso, é preciso estar atento ao seu consumo e usufruir de forma moderada. Quando consumida corretamente, torna-se uma importante aliada para a sua saúde, principalmente para as pessoas que estão fazendo dieta com foco na perda de peso. 
 

*Viviane Kim formada em nutrição pela Faculdade de Saúde Pública da USP é nutricionista da Liv Up, startup de alimentação saudável que aposta na tecnologia de ultracongelamento e traz para o mercado um mix de refeições, unindo praticidade com sabor de comida feita na hora e com o melhor custo benefício para o dia a dia das pessoas

Liv UpNutriçãoPiaRSaúde