5 dicas dos melhores destinos para viajar sozinha

 

 

Segundo informações de um estudo chamado Sondagem do Consumidor, divulgada em novembro pelo Ministério do Turismo, uma em cada sete mulheres brasileiras que planeja viajar nos próximos meses fará isto sozinha. O Guichê Virtual - startup líder na venda online de passagens de ônibus no Brasil - constatou que viajar desacompanhada tornou-se uma tendência entre as mulheres brasileiras, tanto pela crescente procura deste público por passagens - detectada pela empresa nos últimos meses - quanto pelas sugestões postadas em um dos mais famosos grupos de viagem do Facebook: o Mochileiros. Foram estas mulheres que nos ajudaram a construir essa lista dos principais destinos para visitar. Confira:

1- Bonito (MS)

A carioca Raquel do Carmo Sampaio, 33 anos, indica a cidade de Bonito, no Mato Grosso do Sul. Raquel explica porque resolveu fazer a viagem até o Centro-Oeste. “Eu escolhi Bonito porque tenho preferência por viagens que me coloquem em contato com a natureza. Tirei férias em fevereiro e há alguns meses vinha pesquisando alguns destinos. Como a passagem e hospedagem estavam com um bom preço, achei que era o momento perfeito para conhecer Bonito”, conta. Para ela, viajar sozinha para Bonito é melhor por conta da infinidade de opções que a cidade oferece.

2 – Inhotim – Brumadinho (MG)

A mesma viajante conta que o pontapé inicial para começar a viajar sozinha foi quando conheceu o Inhotim, parque botânico e cultural, localizado em Brumadinho, a 60 km de Belo Horizonte. “Você precisa de dois dias para conhecer o museu inteiro, é um passeio maravilhoso. Um lugar mágico! Eu estava muito fascinada e feliz por fazer tudo no meu ritmo. No Inhotim eu me senti totalmente livre porque não tinha ninguém para reclamar de fome, sede, cansaço, calor, dor no pé… e eu andei muito, muito mesmo! É o tipo de lugar que voltarei sempre que puder”, contou.

3 – Cambará do Sul (RS)

Uma das respostas recorrentes entre as mulheres sobre os motivos pelos quais elas viajam sozinhas é: "a vontade de se conhecer melhor". Esta viagem ao seu interior foi o motivo da viagem da paulistana Aline Rodrigues, de 29 anos. “Sempre viajo com meu marido, mas o período de férias dele não bateu com o meu. Como ele só vai tirar uns dias, eu terei um restinho de férias sozinha. E pensei, por que não?”, contou. E escolheu Cambará do Sul e outros destinos da Serra Gaúcha para completar o roteiro e viajar sozinha. Cambará do Sul é a porta de entrada de importantes parques nacionais: Aparados da Serra e da Serra Geral. O que surpreende no local são os cânions, alguns paredões tem aproximadamente 900 metros de altura, com 7 km de extensão.

4 – Rio de Janeiro (RJ)

Um dos lugares mais indicados pelas mochileiras para viajar sozinha foi a Cidade Maravilhosa. A nossa dica é passear por pontos turísticos no centro do Rio, como a rua da Glória e Catete. Outro passeio que não pode faltar é assistir o pôr do sol no Arpoador. E, lógico, se você nunca foi, deve ir até a Confeitaria Colombo tomar um café da manhã colonial ou comer um doce típico da culinária portuguesa. A grande verdade é que no Rio de Janeiro é muito difícil sentir-se sozinha, ainda mais se a mulher optar por ficar em um hostel. Lá a viajante tem a chance de conhecer muitas pessoas de outras regiões, inclusive de fora do país.

5 – Região dos Lagos (RJ)

A paulistana Rita Antunes, de 33 anos, é especialista em viajar sozinha. Inclusive compartilha as suas experiências de viagens no blog Andanças Trip. “Decidi compartilhar algumas andanças com o objetivo de incentivar as mulheres que nunca viajaram e possuem o desejo de viajar sozinhas”, conta Rita. Rita recomenda a Região dos Lagos, no Rio de Janeiro. “Búzios, Cabo Frio e Arraial do Cabo são destinos fantásticos cheios de infraestrutura, com natureza exuberante e praias lindíssimas que não deixam a desejar em nada a grandes destinos do mundo”.

Sobre o Guichê Virtual
A plataforma do Guichê Virtual permite que as pessoas comprem passagens de ônibus de diversas empresas para todoo Brasil. A startup foi fundada pelos empreendedores Thiago Carvalho, Rodrigo Barbosa e Halyson Valadão, trio de engenheiros do Instituto Tecnológico Aeronáutico (ITA). A empresa entrou em operação no início de 2013 com capital próprio dos sócios, e no ano passado, recebeu sua primeira rodada de investimentos, liderada pela gestora de capitais Kaszek Ventures - fundo liderado por Hernan Kazah e Nicolas Szekasy, Cofundador e ex-CFO do Mercado Livre, respectivamente.

 

 

 

Guiche VirtualNacionalNR-7 ComunicaçãoTurismo