ABES apresenta linhas de crédito para empresas de TI

 

O programa de crédito voltado para Micro, Pequenas e Médias Empresas será apresentado no dia 18 de setembro, em São Paulo 
 

No dia 18 de setembro, a ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software) apresenta a parceria entre o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e a Desenvolve SP (Agência de Desenvolvimento Paulista) para oferecer a linha de crédito MPME Inovadora criada para apoiar o aumento da competitividade das Micro, Pequenas e Médias Empresas que inovam. Focado nas empresas de Tecnologia da Informação, o evento ocorrerá na sede da Desenvolve SP, região central de São Paulo.
 

André Medrado, analista do Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação do BNDES, explica que o Estado de São Paulo foi escolhido para a divulgação dessa nova linha de crédito por concentrar um grande número de empresas com características inovadoras na área de TI.
 

Desde agosto, a ABES vem divulgando essa linha de crédito focada nas empresas de Tecnologia da Informação. Nos dias 04 e 05 de agosto, o BNDES apresentou sua parceria com o BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul) para oferecer essa linha de crédito em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, respectivamente.
 

Em São Paulo, a parceria para viabilizar esses recursos foi realizada com a agência Desenvolve SP e conta com o apoio das entidades: ABRAT (Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação), Assespro (Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação), Cietec (Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia), ITS (Instituto de Tecnologia de Software), Rede Paulista de Inovação (RPI) e Softex Campinas (Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro).
 

“Com as melhores taxas de juros disponíveis no mercado (para o PSI - Programa de Sustentação do Investimento, a taxa é 4% ao ano), essa nova linha de crédito é uma grande oportunidade das empresas paulistas de TI conseguirem o investimento necessário para introduzir seus projetos inovadores no mercado”, afirma Jorge Sukarie, presidente da ABES.
 

O programa iniciará na região com um volume estimado de crédito de R$ 300 milhões, que poderá ser solicitado por empresas sediadas no País que sejam classificados como MPMEs.
 

“A MPME Inovadora foi criada para atender todos os segmentos da economia, mas neste evento, teremos a oportunidade de expor às empresas de TI de São Paulo as condições diferenciadas de financiamento oferecidas para as empresas inovadoras”, comenta André Medrado.
 

O objetivo é apoiar empresas com características inovadoras e com faturamento inferior a R$ 90 milhões no ano. O principal diferencial dessa nova linha de crédito está na clareza e objetividade dos critérios para obter agilmente o benefício, com baixo custo e flexibilidade nas garantias para as empresas de TI que inovam.
 

A participação básica é de até 100% dos itens financiáveis, com limite máximo de R$ 10 milhões por empresa. O prazo de carência está acima das linhas usuais do BNDES, podendo alcançar 36 meses. Como alternativa de garantia, o BNDES e a Desenvolve SP estarão disponibilizando o FGI (Fundo Garantidor para Investimento), um fundo de baixo custo e de fácil acesso.
 

“Incentivar a inovação significa gerar competitividade nas empresas de menor porte, fortalecendo a economia paulista. Com a linha MPME Inovadora, a Desenvolve SP passa oferecer mais uma opção de financiamento aos pequenos e médios empresários que desejam tirar projetos inovadores do papel para crescer de forma planejada e sustentável”, diz Gilberto Fioravante, Superintendente de Negócios da Desenvolve SP.
 

Para que uma empresa seja entendida como inovadora será exigido que ela atenda a um dentre diversos critérios: utilize o Cartão BNDES para serviços de tecnologia; tenha MPS.BR; esteja em um Parque Tecnológico; tenha participado de uma incubadora de empresas; tenha recebido investimento de um fundo voltado para empresas inovadoras; participe do SIBRATEC (Sistema Brasileiro de Tecnologia); entre muitas outras alternativas. Para mais informações sobre o Programa, acesse: http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/bndes/bndes_pt/Institucional/Apoio_Financeiro/Programas_e_Fundos/MPME_Inovadora.html

 

AGENDA DO EVENTO

Data:18 de setembro de 2014

Horário: das 9:00 às 12:00

Local: Desenvolve SP

Rua da Consolação, 371 – Mezanino

São Paulo - SP

 

As vagas para o evento são limitadas. Para mais informações e inscrições, por favor, entre em contato com a Central de Relacionamento ABES, pelo telefone (11) 2161-2833 ou pelo e-mail: relacionamento@abes.org.br

 

Sobre a ABES

 

A ABES, Associação Brasileira das Empresas de Software, é a mais representativa entidade do setor com cerca de 1580 empresas associadas ou conveniadas, distribuídas em 21 estados brasileiros, responsáveis pela geração de mais de 120 mil empregos diretos e um faturamento anual da ordem de USD 20 bilhões por ano.

 

As empresas associadas à ABES representam 85% do faturamento do segmento de desenvolvimento e comercialização de software no Brasil e 32% do faturamento total do setor de TI, equivalente em 2013 a US$ 61,6 bilhões de vendas de software, serviços de TI e hardware.

 

Desde sua fundação, em 9 de setembro de 1986, a entidade exerce a missão de representação setorial nas áreas legislativa e tributária, na proposição e orientação de políticas voltadas ao fortalecimento da cadeia de valor da Indústria Brasileira de Software e Serviços – IBSS, na defesa da propriedade intelectual e combate a pirataria de softwares nacionais ou internacionais e no apoio as iniciativas de fomento à pesquisa, desenvolvimento, inovação e ao desenvolvimento do software nacional. Acesse o Portal ABES - www.abes.org.br ou fale com a nossa Central de Relacionamento: (11) 2161-2833

 

Sobre a Desenvolve SP

 

A Desenvolve SP é a Agência de Desenvolvimento do Estado de São Paulo criada para financiar, com juros baixos e longos prazos, a implantação, expansão e modernização das empresas paulistas. Em apenas cinco anos de atuação já desembolsou mais de R$ 1,5 bilhão para mais de 1.100 pequenos e médios negócios. Além de operar com recursos próprios, a instituição é agente repassadora de linhas de crédito do BNDES e da Finep.

 

 

AbesEmpreendedorismo E StartupEmpresas PMES2 Publicom