Desfile de Moda Africana Contemporânea em São Paulo

A 39ª edição do São Paulo Fashion Week (SPFW), que acontece entre os dias 13 a 17 de abril, recebe a mostra Africa Africans Moda e apresenta, em um desfile, os trabalhos de cinco estilistas africanos: Palesa Mokubung (África do Sul); Amaka “Maki” Osakwe (Nigéria); Jamil Walji’ (Quênia); Xuly Bët (Mali) e Imane Ayissi (Camarões).


O desfile acontece no espaço central do Museu Afro Brasil, Instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, no dia 17 de abril, às 11h30, e integra o projeto Africa Africans, que objetiva traçar um panorama sobre a criação visual contemporânea do continente através da vinda de obras de artistas de diversos países africanos, incluindo aqueles que participam da mostra de moda.


“A moda estimula a criação de sentidos e símbolos que contribuem com a formação das imagens em torno de um país, um povo, uma região específica”, afirma Emanoel Araujo, diretor curatorial do Museu Afro Brasil, que concebeu o projeto Africa Africans. “Assim, falar da diversidade da produção plástica africana sem mencionar a importância da moda e de seus criadores em diversas regiões seria negligenciar um aspecto importantíssimo da criação contemporânea no continente”.


CURADOR – A mostra de moda do dia 17 de abril tem curadoria de Andy Okoroafor. Nascido na Nigéria, ele é um aclamador diretor de arte de publicidade, clipes musicais e moda em Paris. Okoroafor fundou e dirige o estúdio criativo CLAM, além de editar a CLAM MAGAZINE, revista internacional de moda. “Selecionei designers que têm história ou tomaram os rumos da inovação e da modernidade. Quero apresentar certa criatividade e moda africanas que a maior parte das pessoas desconhece,” diz.


Okoroafor afirma ainda que o conceito da mostra está alinhado com o trabalho desenvolvido pelo diretor curatorial Emanoel Araujo no Museu Afro Brasil. “Cada um destes designers africanos possui um universo criativo próprio. Eles têm visões independentes das tendências que a moda africana deveria supostamente seguir”, acrescenta Okoroafor.


ESTILISTAS – A sul-africana Palesa Mokubung é a estilista por detrás da marca Mantsho e foi uma das designers da marca Stoned Cherie, a primeira marca a ser lançada em seu país, após o fim do regime Apartheid. Nascida em 1987, Amaka “Maki” Osawe é criadora da grife feminina Maki Oh, notável por suas sedutoras peças que fundem técnicas tradicionais nigerianas com detalhadas construções contemporâneas. Xuly Bët é um nome presente na moda parisiense desde os anos de 1990. O malinês é famoso por sua moda que alia modernidade e liberdade de movimento à força dos estampados e à sensualidade das linhas. O franco-camaronês Imane Ayissi já participou de mais 20 edições da Semana de Moda de Paris com suas coleções de alta-costura que descontroem clichês sobre a moda africana. O queniano Jamil Walji’ usa tecidos delicados e exclusivos, com uma variedade de combinações de textura.


Ainda como parte da programação oficial do SPFW, o Museu Afro Brasil recebe o desfile do estilista Lino Villaventura, que apresenta sua coleção para o verão 2016 no dia 16 de abril, às 11h30.

 

SERVIÇO:


DESFILES DA 39ª EDIÇÃO SP FASHION WEEK NO MUSEU AFRO BRASIL


DIA 16/04

LINO VILLAVENTURA – 11H30


DIA 17/04

AFRICA-AFRICANS MODA – 11H30

#AfricaAfricans #AfricaAfricansModa #CulturaSP #MuseuAfroBrasil #ArteContemporâneaAfricana App Museu Afro Brasil disponível para IOS e Android, com download gratuito na Google Play e App Store.


Museu Afro Brasil Av. Pedro Álvares Cabral, s/n Parque Ibirapuera

- Portão 10 São Paulo / SP - 04094 050

Fone: 55 11 3320-8900

www.museuafrobrasil.org.br


O funcionamento do museu é de terça-feira a domingo, das 10 às 17hs, com permanência até às 18hs.

FSB ComunicaçõesInternacionalModaSecretaria da Cultura