5 dicas para manter a sua casa aquecida do inverno
Gerson Lima
Clique na imagem para fazer o Download...
Daniel Casagrande e Luiz Maganhoto
Alta | Web

O arquiteto Luiz Maganhoto e o designer Daniel Casagrande ensinam como escolher o melhor equipamento para aquecer o seu lar

 


As baixas temperaturas do inverno ainda não chegaram, mas não custa se precaver do frio. Visando amenizar a sensação térmica baixa, as pessoas procuram se refugiar em ambientes aquecidos e agradáveis. Para isso, o mercado oferece diversas opções de aquecedores domésticos, basta saber escolher o mais indicado para a sua casa. Abaixo o arquiteto Luiz Maganhoto e o designer Daniel Casagrande dão dicas para acertar na escolha.


1. Entenda as suas necessidades e a estrutura do espaço que irá receber o aquecedor

Há uma infinidade de opções de aquecedores no mercado, portanto o morador deve levar em consideração alguns aspectos antes de escolher o melhor item para a sua casa. “As vantagens e possibilidades que cada sistema oferece, as características do ambiente a ser aquecido e o investimento a ser realizado devem ser avaliados antes de adquirir um aquecedor doméstico”, lembra o arquiteto.


2. Pesquise e conheça as opções de produto

A função dos aquecedores é aquecer o ar em sua volta, proporcionando uma temperatura ambiente agradável ao usuário. Segundo o Daniel, a diferença está na maneira com que esta troca de calor é feita em cada equipamento.
- Os elétricos com resistência trocam o calor diretamente com o ar, consequentemente o aquecimento é mais rápido, porém concentra-se nas imediações do aparelho e pode resultar em um ambiente parcialmente aquecido.
- Já no caso dos termo ventiladores, há uma dissipação do ar quente por meio da hélice rotativa, tornando a temperatura do cômodo homogênea, porém é consumida mais energia elétrica e o aparelho provoca ruídos que podem ser inconvenientes.
- Os aquecedores a óleo são uma saída silenciosa, mas demoram mais para esquentar o espaço devido à necessidade de aquecimento prévio do óleo.
- Para grandes ambientes indica-se os aquecedores a água, que utilizam-se de um sistema de calefação por meio de gás, óleo ou lenha. Já para cozinhas e banheiros aquecedores cerâmicos são uma boa pedida. São econômicos e podem ser fixados em paredes e tetos.
- Finalmente o ar-condicionado, um dos sistemas mais utilizados para aquecer ou resfriar um ambiente. Deve ser proposto em projeto, pois precisa ser alocada antecipadamente a unidade externa bem como a unidade interna.
- Também existem as opções de lareira, à gás, álcool, ou à lenha, e radiadores que podem ser embutidos.

 

3. Pisos aquecidos são ótimos para aquecer o chão e só

O importante é compreender que o aquecimento de piso esquenta somente o chão, demorando muito para atingir o conforto térmico de um ambiente todo. “As pessoas tentam implantar o sistema de aquecimento de piso para resolver problema do ambiente e se frustram. Acreditamos que uma combinação dos dois sistemas, piso e aquecedor, seja o ideal para estes casos”, adverte a dupla.

 

4. Não peque pela falta de planejamento

Os sistemas de aquecimento, muitas vezes, precisam de fiação elétrica específica e área adequada para sua instalação. Portanto, inclua este item no detalhamento do projeto para evitar transtornos posteriores. “O ideal é conversar com o profissional responsável pela obra para chegarem juntos à melhor solução para às suas necessidades”, explica Casagrande.

 

5. Tecnologia que aquece o mercado

Novas tecnologias em aquecedores domésticos já dispõem de compatibilização de sistemas aos tamanho dos ambientes, trazendo um desempenho excelente para a sua proposta. Nestes casos, a relação custo-benefício será sempre boa. “Aparelhos mais compactos, com design slim, cores e acessórios também têm atraído o comprador. Itens como controle remoto com inúmeras funções e acionamento por telefone celular são alguns dos diferenciais desses produtos mais modernos”, finaliza Maganhoto.

 

Sobre Maganhoto e Casagrande Arquitetos Associados:

O arquiteto Luiz Maganhoto e o designer Daniel Casagrande estão a frente do escritório Maganhoto e Casagrande Arquitetura, que por cinco anos consecutivos esteve em primeiro lugar na premiação TOP 100 Kaza Paraná, uma homenagem aos arquitetos e designers mais atuantes e influentes em todo o território nacional. Os profissionais acumulam troféus e projetos notáveis e dentre seus feitos estão 450 clínicas espalhadas pelo mundo, além de inúmeros projetos residenciais.


Serviço:
Maganhoto e Casagrande Arquitetura

Rua Dr. Ney Leprevost, 241 – Curitiba
http://www.maganhoto.arq.br/ 

BG ComunicaçãoLUIZ E DANIPrevisão do TempoTecnologia