Correr está na moda, porém é necessário cuidado com as lesões

 

Caminhadas, a escolha do tênis, o ritmo, massagens: o que é essencial para um treino sem surpresas desagradáveis?

 

Muito se fala na cultura do corpo “fitness” e, por diversas vezes ao dia, somos defrontados com as imagens de celebridades em forma. Não é à toa que a maioria se sente compelida a começar uma atividade física. Uma delas, e que muitos gostam de praticá-la, é a corrida - traz inúmeros benefícios à saúde, principalmente cardiovasculares. Mas correr não é apenas uma moda e nem é uma atividade qualquer, pois exige cuidados especiais.

 

O primeiro passo é procurar um médico e fazer um check-up, para depois definir os objetivos. Para os iniciantes, a dica de Renata Duran, coordenadora da Academia Ecofit Club, é aprender a correr de forma adequada. “Muitas vezes um iniciante pode correr da forma errada, pisando com o calcanhar, deixando a perna totalmente esticada. Isso pode causar sérios problemas. Devemos sempre pisar do meio para a ponta dos pés e com as pernas levemente flexionadas, para não dar sobrecarga aos calcanhares e aos joelhos”, afirma.

 

Mesmo para aqueles que já são atletas ou praticam corrida ou outros esportes, evitar lesões requer atenção aos mínimos detalhes e sinais que o próprio corpo está dando. “Sentir dor de cansaço muscular é normal, porém outras dores podem indicar algum problema”, conta a coordenadora. E completa: “a melhor medida é parar a corrida e o treinamento, e repensar no que está fazendo de errado e a intensidade da atividade física”.

 

São diversos tipos de lesões que podem ocorrer a um corredor, profissional ou amador: tendinites, cãibras, inflamação, dor no quadril e fraturas. Algumas medidas podem ajudar o corredor nestas questões, como o tênis adequado para a atividade. Muito se fala no tênis “super amortecedor” que não passa de puro marketing de muitas marcas – isso porque pode acontecer de pisar com o calcanhar, já que geralmente nesses modelos eles são mais altos do que o bico do tênis. O ideal são aqueles que não diferem muito de altura de uma ponta à outra do calçado. Depois, basta começar com uma simples caminhada para fortalecer a musculatura e prepará-la para a corrida.

 

Procurar uma boa academia para fortalecer a musculatura também é de grande ajuda, uma vez que o profissional de educação física irá corrigir a postura e orientar melhor quanto ao ritmo e velocidade que se deve começar. É importante poder contar com essa orientação, pois monitorar o próprio corpo durante uma atividade nem sempre é algo que fazemos bem ou com frequência, devido à concentração que devemos manter durante a prática.

 

“Outra dica importante é que se tenha um intervalo de no mínimo 24h entre uma corrida e outra. Aliás, não é necessário correr mais do que três vezes na semana, por 50 minutos, nem percursos com subidas ou descidas, para que se tenha os benefícios do esporte”, afirma Renata. Fazer um bom aquecimento e alongamento em todas as sessões e massagens na musculatura toda semana também ajudam aliviar as dores musculares e identificar possíveis lesões.

 

Para saber mais sobre corridas, acesse o site www.ecoft.com.br .

 

Academia EcofitCorrida e TreinamentoEstilo PressFitness