Mulheres nas Olimpíadas: Jogue como uma mulherzinha
 

Mulheres nas Olimpíadas: Jogue como uma mulherzinha

Nessas Olimpíadas a Turquesa Esmalteria & Beleza apoia o emponderamento feminino

Segundo a ONU, cerca de 45% de todos os atletas das Olimpíadas eram mulheres - totalizando uma média de 4,7 mil.  A organização afirma que o número é positivo levando em consideração que a presença feminina aumentou nas últimas décadas. “Nós da Turquesa aproveitamos esse momento para dar um respiro na beleza exterior e estamos torcendo para que nós mulheres sejamos cada vez mais emponderadas”, diz Laura López, fundadora da marca.

Confira algumas atletas que deram um show de talento nas Olímpiadas:

Vôlei - Sheilla Tavares de Castro Blassioli é uma jogadora de voleibol brasileira. Atua na posição de oposto, em clubes e na seleção brasileira. É uma das atletas mais vitoriosas da história do esporte brasileiro, vencedora de duas medalhas de ouro olímpicas, sendo considerada por muitos especialistas, como uma das maiores jogadoras de voleibol de todos os tempos.

Judô - Sarah Gabrielle Cabral de Menezes é uma judoca e campeã olímpica brasileira. Entrou para a história do esporte nacional ao se tornar a primeira mulher do país a conquistar uma medalha de ouro neste esporte em Jogos Olímpicos. Ela quebrou o jejum brasileiro de 20 anos sem medalha de ouro olímpico neste esporte, que vinha desde a vitória de Rogério Sampaio em Barcelona 1992. Na final, ela derrotou Alina Dumitru, da Romênia, campeã Olímpica em Pequim 2008.

Futebol - Miraildes Maciel Mota, mais conhecida como Formiga é uma futebolista brasileira, duas vezes vice campeã olímpica e uma vez vice-campeã mundial de futebol feminino vestindo a camisa da seleção brasileira. Atuando como meia, é a única jogadora de futebol do mundo a ter participado de cinco Jogos Olímpicos, em todas as edições desde que o futebol feminino tornou-se esporte olímpico. Atualmente integra a Seleção Brasileira Feminina Permanente.

Ginastica Olímpica - Flávia Saraiva, a promissora jovem de apenas 16 anos participou dos Jogos Pan-Americanos de 2015 representando o Brasil. Conquistou uma medalha de bronze por equipes e o bronze individual geral no Pan Americano 2015. Fato que não ocorria com uma brasileira havia 12 anos. Flávia conquistou desde então inúmeras medalhas em etapas de Copa do Mundo (a maioria delas de ouro). Ela é uma das representantes da nova geração de ginastas olímpicos.

EsportesEsportes OlímpicosMGA PressTurquesa Esmalteria