Os três pilares para a longevidade, saúde e equilíbrio
 

O cardiologista Dr Marcelo Bertolami ajuda a entender quais atitudes tomar para manter um estilo de vida equilibrado 
 

Vidas
 

Para ter melhor qualidade de vida é preciso aliar alimentação equilibrada a exercícios físicos, certo? Sim.  Mas, além disso, outro fator fundamental para um estilo de vida saudável às vezes é esquecido: uma boa noite de sono.

Segundo estudo¹divulgado, “a privação parcial do sono causa mudanças significativas em dois importantes mecanismos de regulação da função cardiovascular, que têm grande impacto no desenvolvimento de doenças do coração”. Quem dorme menos que 5 horas por dia tem um risco maior de apresentar algum problema relacionado ao órgão, segundo o estudo.

Para o cardiologista Marcelo Bertolami, do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, os chamados “Pilares da Longevidade” devem fazer parte da rotina de todos. “Praticar esporte, se exercitar, ter uma alimentação equilibrada e dormir a quantidade certa para o seu organismo é indispensável para quem busca melhorar a qualidade de vida”.

A alimentação equilibrada fornece ao corpo os nutrientes importantes para  o melhor desempenho nos exercícios físicos. E além disso, o descanso adequado também deve ser considerado para o bem estar individual: “Muitas pessoas passam diariamente por situações estressantes e não percebem. Preocupações diárias com problemas pessoais, excesso de trabalho e outras causas podem desencadear reações no organismo. Sem dúvida, é muito importante descansar bem à noite para a mente estar boa no dia seguinte”, completou. 

Por isso, concentre-se em melhorar cada um destes três pilares e anote as dicas do Dr Marcelo Bertolami, assim você estará um passo a frente para desfrutar de um estilo de vida saudável!

Exercite-se!
O sedentarismo tem sido considerado um grande problema de saúde pública  por também poder ter implicações na saúde do coração. Portanto, pratique exercícios físicos! O que inclui andar na rua, subir escada, fazer trabalhos físicos domésticos, fazer práticas físicas de lazer. Lembre-se: procure sempre a orientação de um profissional especializado. 

Durma bem!
É cada vez mais comum em nossa sociedade pessoas se privarem parcialmente do sono durante a semana, tentando recuperá-lo nos fins de semana.  Essa prática pode fazer mal à saúde, causando irritabilidade e dificuldade de concentração. Por isso, para que seu dia seja mais  produtivo, você precisa de uma quantidade adequada de sono. Uma noite mal dormida pode afetar negativamente a sua saúde e atrapalhar a  busca por um estilo de vida saudável. 

Foco na alimentação!
Uma alimentação balanceada traz diversos benefícios para a saúde. Aumentar a variedade de frutas, verduras e legumes nas refeições ajuda a sair da monotonia e deixa qualquer prato mais colorido e nutritivo. Por fim, não é preciso restringir nenhum tipo de alimento do dia a dia, inclusive as gorduras! Com moderação, as gorduras boas exercem um papel importante na saúde, inclusive na saúde do coração! Elas estão presentes em peixes, castanhas, além de óleos vegetais e produtos feitos à base deles. Para quem tem colesterol elevado, o consumo de fitoesteróis, presentes em alguns cremes vegetais, também pode ser uma estratégia para manter o colesterol dentro dos parâmetros adequados, por meio da alimentação. 

Referência
DETTONI, Josilene Lopes. Efeitos da privação parcial do sono no endotélio venoso e no controle autonômico em voluntários saudáveis. São Paulo, 2008.
 

 
NutriçãoS2PublicomSaúdeUnilever