Como montar o cantinho dos livros para os pequenos

 

Sete dicas para transformar um simples espaço de casa em um ótimo estímulo à leitura das crianças

Estimular a leitura desde os primeiros anos de vida traz inúmeros benefícios para a criançada. Além do estímulo à linguagem - tanto oral, quanto escrita -, esse momento em família fortalece a interação e o vínculo entre pais e filhos, aumenta o repertório cultural dos pequenos, a criatividade, a compreensão, o armazenamento de informações e o resgate de memórias passadas.

Pensando em contribuir ainda mais no estímulo ao gosto por livros na primeira infância, a Leiturinha, maior clube de assinatura de livros infantis do Brasil, selecionou algumas dicas para transformar um simples espaço em casa em um ótimo cantinho da leitura.

 

1. Escolha um espaço

O primeiro passo é reservar um local adequado em casa. Pode ser um canto da sala que esteja sobrando, ou até mesmo uma parede vazia. Você poderá adequar seu projeto ao espaço que tem disponível.

 

2. Abuse da criatividade!

Monte prateleiras e estantes acessíveis às mãozinhas do seu pequeno. Existem algumas movelarias que comercializam estantes em tamanhos adequados, mas com criatividade vocês mesmos podem confeccionar uma. O importante é que a criança consiga manusear, sentir e tocar nos livros.

 

3. Crie um ambiente aconchegante

Não precisa de luxo. Um ambiente bem iluminado e algumas almofadas, tapetes ou puffs vão deixar o cantinho da leitura bem mais gostoso e aconchegante para se espalhar entre histórias e aventuras!

 

4. Aposte na curadoria do conteúdo

É importante uma seleção de livros adequada à fase da criança. Ela precisa ser acessível ao seu entendimento e explorar sua evolução de maneira prazerosa. É necessário também que se conheça as preferências da criança - observando o pequeno no seu dia-a-dia você poderá ter indícios claros das suas preferências literárias. Hoje também existe no mercado a opção dos clubes de leitura, como a Leiturinha, que conta com uma equipe especializada no assunto e que seleciona livros adequados ao perfil de cada pequeno.

 

5. Organize os livros com seu filho

Defina uma maneira de organizar os títulos. Pode ser por gênero, autor, ordem alfabética, o que vocês acharem mais fácil! Seu filho também pode participar da organização, o que despertará ainda mais sua curiosidade.

 

6. Quantidade de livros

Não é necessário que se defina um número exato de títulos presentes na biblioteca do seu pequeno. É necessário que ele entre em contato com diferentes tipos de obras literárias e que esse contato esteja vinculado a uma rotina.

 

7. Novidades

Outro ponto muito importante é que esses títulos precisam ser renovados com uma frequência. Uma boa pedida é reservar dias para visitas a livrarias e/ou assinar um clube de livros infantis, como a Leiturinha, já que o pequeno leitor recebe periodicamente os livros que a nossa equipe de pedagogos, psicólogos e pais seleciona.


 

Pela Equipe de Curadoria da Leiturinha.

 

Sobre a Leiturinha:
Criada em 2014, a Leiturinha é o maior clube de assinatura de livros infantis do Brasil, promovendo o momento da leitura compartilhada para mais de 25 mil famílias distribuídas em cerca de 3.300 cidades brasileiras. A atuação da empresa se baseia na entrega de experiência, carinho e curadoria para os leitores mirins, incentivando assim o hábito da leitura, além de aproximar e criar vínculos entre toda a família. Mensalmente cada assinante recebe em casa um kit contendo seus livros - selecionados de acordo com a etapa de desenvolvimento de cada pequeno leitor, uma carta pedagógica e outras surpresas, além do acesso gratuito ao aplicativo Leiturinha Digital - com mais de 700 livros e 300 vídeos - e também ao clube de vantagens com descontos de até 50% em diversas marcas e lojas parceiras. Para mais informações, acesse:www.leiturinha.com.br

 

 

 

 

InfantilLeiturinhaNR-7 ComunicaçãoPais e Filhos