O que empresas fazem para atrair talentos
 

Empresas investem em ambientes aconchegantes para atrair talentos e reter funcionários excepcionais

 

Carga horária extensa, muito trabalho, prazos apertados e stress acumulado. Essas situações são comuns para descrever o dia a dia da maioria de trabalhadores em empresas que não contam com um ambiente saudável de trabalho.

A Sociedade Americana de Designers de Interiores (American Society of Interior Designers) publicou, recentemente, pesquisa que constata que ter um ambiente de trabalho satisfatório é a terceira maior preocupação dos funcionários (21%), após beneficios (22%) e bom salário (62%).

Cada vez mais, companhias de todos os segmentos buscam mudar esse cenário. Investir na qualidade do ambiente de trabalho pode influenciar de forma muito positiva a qualidade e produtividade da empresa como um todo. No front das mudanças estão startups que já perceberam que aliar um ambiente confortável a boas condições de trabalho é benéfico tanto para os funcionários como para a companhia em geral. Por isso, não é de hoje que startups estão aderindo a salas de descompressão, cochilódromos, salas de jogos e todo tipo de instalações que façam os funcionários se sentirem em casa. A tática é importante: com atrativos e esquema diferenciado de trabalho, talentos podem ser atraídos para a companhia, permitindo que a empresa continue crescendo.

A Arquivei, empresa de gerenciamento fiscal, é uma startup que exemplifica perfeitamente esse movimento de mercado. A empresa tem quase três anos na ativa com sede em São Carlos, no interior de São Paulo. Com um escritório de dois andares, a empresa, atualmente, subloca parte de seu espaço para o coworking Bridge, que abriga mais de 20 startups em vários estágios de maturação.  

A empresa também conta com ambientes que mantém a equipe descontraída e produtiva, como a “Sala fun”, que conta com videogame, pufes, sofá e livros, e é geralmente frequentada pelos funcionários durante o horário do almoço. Lá também é possível tirar um cochilo quando as coisas estão mais calmas. A cozinha é um show à parte: as comidas e bebidas estão disponíveis em esquema open bar. Doces e salgados de vários tipos podem ser encontrados, como a paçoca, delícia preferida de muitos da equipe. A máquina de expresso também oferece bebida na faixa.

Um dos processos da empresa é o “weekly review”, momento em que líderes de diversas áreas da empresa se reúnem para discutir novidades, seja membros novos ou resultados. Para deixar o encontro mais descontraído, o esquema open bar da Arquivei também passa a oferecer cerveja.

Mesmo com todos esses atrativos, o trabalho pode apresentar aspectos desagradáveis. Para tentar amenizar um pouco a situação, a sala de Customer Success serve como casa para o ursinho Paçoca. Grande fã de abraços, Paçoca sempre está lá para dar suporte emocional para membros do time de suporte e atendimento que estão enfrentando um dia especialmente duro.

Já o primo de Paçoca, o ursinho XML, acompanha a equipe de Inside Sales, desempenhando a mesma função. O diferencial da sala deles é uma parede-lousa na qual os funcionários podem exercitar seus dotes artísticos.

Com a proximidade do prédio da Arquivei com os campi da USP na cidade, a startup acaba se tornando uma empresa atraente para os alunos, que sempre podem visitar o local, participar de palestras, workshops, entre outras atividades. Para os estudantes que já trabalham na startup, o trânsito entre as dependências da Arquivei para a universidade é tranquilo. Outro ponto que contribui neste aspecto é o horário de trabalho completamente flexível: muitos funcionários estudante trabalham na Arquivei entre aulas.

Isso é fortalecido cada vez mais pela participação frequente da Arquivei em feiras de empreendedorismo nas universidade da região, o que acaba atraindo grande número de estudantes para a empresa.

Em um ambiente como esse, manter o foco se torna mais fácil, o que permite que a equipe dê o melhor de si nas tarefas diárias. A Arquivei estimula a competição saudável entre equipes, com diversas atividades desenvolvidas na empresa. Dinâmicas e competições entre as equipes de inovação e engajamento já são comportamento padrão, enquanto um jogo de pontuação de limpeza e organização da cozinha e mesas confere todas as quintas-feira um prêmio diferente para o ganhador. Prêmios anteriores vão desde carrinhos de pipoca e algodão doce, a até carrinhos de raspadinha, tapioca com nutella, entre outros.

Assim, com tantos incentivos os times estão sempre motivados a bater metas. E sempre que elas são alcançadas, a Arquivei em peso comemora com festa na própria sede da empresa. Além do já tradicional open bar, banda e DJ também acompanham a festança.

 

 

ArquiveiEmpresasNegóciosNR-7 Comunicação