Vestibulando: ainda dá tempo de começar a estudar

 

Para os vestibulandos que buscam os cursos mais concorridos do país e que ainda não começaram a se preparar, este é o momento. Com a estratégia correta, é possível alcançar bons resultados no final do ano e até mesmo nos vestibulares de inverno. O importante agora é se organizar e tomar cuidado com as distrações. Uma boa dica para quem acha que já está atrasado é escolher um cursinho à distância que se adapte às suas necessidades e permita uma maior flexibilidade. 

Stoodi – startup de educação à distância que oferece videoaulas, plano de estudos e monitorias transmitidas ao vivo – está com inscrições abertas para a Turma de Maio e orienta que os alunos se atentem a dois elementos principais: definir seus objetivos e selecionar o tempo diário que vai se dedicar aos estudos. Assim a empresa personaliza o plano de estudos para cada estudante. 

Outra dica é otimizar seu tempo, algo essencial nesta fase pré-vestibular. Para João Vitor Correa Penteado, aluno do Stoodi e recém-aprovado em Direito na Unesp, este é o maior diferencial em estudar usando a plataforma. Nascido e criado em Piracicaba, João Vitor tinha possibilidade de fazer um cursinho presencial, os quais lhe ofereceram bolsas de estudo, mas optou pelo Stoodi por convicção de que era mais vantajoso. 

“Percebi que estudar em casa me dava a oportunidade de otimizar muito mais meu tempo de estudo. A dinâmica de uma sala de aula é muito mais lenta, eu percebia que perdia muito tempo esperando o professor escrever e apagar a lousa, com as conversas paralelas, com o sinal que interrompia uma explicação na metade, sem contar o deslocamento até a escola. Com o Stoodi, eu acordava, tomava café e já estava pronto para estudar, no conforto de minha casa”, comenta. 

Outras vantagens de se estudar à distância são: não ter que se deslocar até a instituição de ensino, economizando tempo (pelo fato de evitar o trânsito) e dinheiro (por conta dos custos com transporte e alimentação). E se o assunto é dinheiro, as mensalidades dos cursos à distância são infinitamente menores. O Stoodi cobra por mês R$ 49,90 em seu plano de estudos mais completo, enquanto a mensalidade de um cursinho presencial pode chegar a R$ 2 mil. 

Sobre o Stoodi
Lançado em 2013, o Stoodi é uma startup de educação à distância que  oferece  videoaulas,  plano  de  estudos  e  monitorias  transmitidas  ao  vivo.  A  plataforma  nasceu  com o objetivo de democratizar o acesso à educação no país, oferecendo uma plataforma intuitiva e acessível para facilitar a vida dos estudantes em fase pré-vestibular e de alunos do ensino médio que precisam de reforço escolar. A plataforma já conta com 600 mil alunos cadastrados e 40 milhões de aulas assistidas, que correspondem a 5 milhões de horas de conteúdo. 

 

EducaçãoJuvenilNR-7 ComunicaçãoStoodi