Obesidade atinge um a cada quatro cachorros

A obesidade deixou de ser um problema apenas dos seres humanos, afetando também nossos amigos de quatro patas. Atualmente, estima-se que um a cada quatro cachorros estejam acima do peso, principalmente pela vida sedentária que alguns levam, acredita Fernando Gadotti, sócio-diretor da DogHero (www.doghero.com.br). “Com a rotina de seus donos cada vez mais corrida, não sobra tempo para passear com o pet, fazendo com que ele fique em casa o dia todo sem queimar as calorias necessárias”, explica.


Para Eduardo Baer, também diretor da Doghero, essa disfunção precisa de cuidado, em especial com algumas raças específicas. “É preciso ter atenção quanto ao peso de todos os cães, mas é necessário um cuidado maior com Labradores, Dálmatas, Golden Retrievers e São Bernardos, mais propensos ao acumulo de gordura”, acredita.


Para ajudar os donos dos bichinhos a cuidar dos animais e evitar que eles sofram com o ganho excessivo de peso, os sócios elaboraram seis dicas:

 

1 - Ele também precisa praticar exercícios


Não deixe que o cão leve uma vida sedentária, passeie, caminhe, corra com animal regularmente. Respirar ar fresco e tomar banho de sol fará super bem ao seu amigo quatro patas;


2 - Cuide da alimentação


Preste atenção na qualidade e na quantidade de comida que o cachorro ingere por dia. Cada raça pede um tipo de ração diferente, caso tenha dúvidas sobre a quantidade ideal de ração por refeição, consulte o especialista.


3 - Leve o cão ao veterinário regularmente


Um veterinário de confiança, que acompanhe de perto a saúde do seu cão é essencial. Procure sempre levá-lo para fazer exames periódicos e consultar o peso do pet.


4 - Não medicar por contra própria


Assim como a automedicação é contraindicada para seres humanos, com os cachorros não é diferente. Não medique o cachorro sem antes consultar o especialista, tendo em vista que alguns medicamentos aumentam o apetite, o que pode piorar o quadro de saúde do bichinho.


5 - Dê atenção ao seu cão


Estresse também pode ser um dos fatores da obesidade canina. Procure dar a atenção necessária ao pet. Ambientes com muito barulho ou até outros animais podem não ser o mais adequado. E o principal, ame e cuide do animal como parte da família.


6 – Cuidado com a barriga


Observar o animal pode ajudar a detectar a obesidade canina, então ao tatear as costelas do cachorro, caso elas não estejam palpáveis sob uma leve camada de gordura, pode ser um sinal de que seu amigo está acima do peso.

 

Sobre a DogHero


Empresa que oferece hospedagem temporária e personalizada aos cachorros, a DogHero é uma plataforma digital que permite que o tutor do animal selecione o melhor anfitrião para receber e cuidar de seu animal em sua ausência. Com atendimento diferenciado e afetuoso, a empresa cuida de todos os detalhes da estadia do pet, oferecendo assistência em caso de eventuais acidentes, além de todo o suporte de contato à distância entre os responsáveis e seus bichos. Qualquer amante de animais pode se candidatar para ser um anfitrião DogHero, basta entrar no site e se cadastrar - mas só são aprovadas as pessoas que possuem perfil e oferecem uma estadia confortável e satisfatória ao cachorro.

 

DogHeroMisasiPets (Bichos)Qualidade de Vida