Como se sentir em casa no imóvel alugado

Arquitetas mostram que é possível adequar a decoração de interiores para deixar a casa alugada com jeito de lar

 

O aluguel costuma ser uma condição temporária, enquanto o inquilino reserva dinheiro para comprar uma casa ou espera a crise acabar. Isso traz um dilema: investir ou não na decoração de um espaço que não será para sempre?

 

Ninguém gosta de viver em um lugar que não traz a sensação de lar, mas é possível proporcionar esse sentimento mesmo em uma casa alugada. “O ideal é fazer alterações práticas, com materiais de fácil instalação que possam ser retirados nas eventuais mudanças”, explica Erika Fukunishi, arquiteta da EFTM Arquitetura. As prateleiras prontas são mais em conta do que as produzidas por marceneiros e são encontradas facilmente em lojas âncora, servindo para acomodar livros e DVDs, por exemplo. Os móveis soltos, como cama box, mesas para estudos e gaveteiros volantes, são peças curinga e podem ser transportados em caso de mudança. O fogão também deve ser livre, já que o cooktop é embutido e não permite remoção.

 

Da mesma forma, objetos e revestimentos inserem um ar mais pessoal à casa, quando são escolhidos de acordo com o gosto do cliente: quadros, almofadas, colchas, vasos, livros, tapetes, plantas, objetos de coleção. ”Uma boa alternativa é pintar as paredes e tetos com a cor que o atual dono da casa prefere ou aplicar papéis de parede cujo custo benefício é interessante e muda completamente a atmosfera do ambiente”, sugere Thalita Miyawaki, também arquiteta da EFTM.



Sobre a EFTM Arquitetura:
 

Em 2013, as arquitetas Erika Fukunishi e Thalita Miyawaki se uniram e fundaram a EFTM Arquitetura, escritório especializado em projetos de urbanismo, interiores e arquitetônicos. Jovens e cheias de ideais as duas buscam atenção aos detalhes e desejos dos clientes para oferecer projetos funcionais, personalizados e agradáveis visualmente. Erika Fukunishi está formada desde 2010 pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná no curso de Arquitetura e Urbanismo e é especialista em Construções Sustentáveis pela Universidade Tecnológica do Paraná. Thalita Miyawaki, também formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná no curso de Arquitetura e Urbanismo, desde 2007, é especialista em Gestão Técnica do Meio Urbano pela mesma universidade.

 
 

Serviço:
 

EFTM Arquitetura
 

Rua Professor Paulo D’Assumpção, 132, Jardim das Américas - Curitiba (PR)
 

Site: www.eftmarquitetura.com
 

Erika Fukunishi – CAU nº A67408-7
 

Thalita Miyawaki – CAU nº A53912-0

BG ComunicaçãoComportamentoEFTM ArquiteturaImóveis