Prêmio de Jornalismo divulga os jurados das sete categorias

O 14º Prêmio de Jornalismo, concurso cultural realizado pela Massey Ferguson, sinônimo de pioneirismo e modernidade na fabricação de máquinas agrícolas, divulga o corpo de jurados que será responsável por avaliar os trabalhos de jornalistas e estudantes de todo o Brasil e também da América do Sul. A iniciativa tem como objetivo valorizar os profissionais da área de comunicação que noticiam o agronegócio.



A premiação contempla sete categorias: Estudante, Fotojornalismo, Jornal, Multimídia, Revista e TV, além da categoria América do Sul, que amplia a participação dos países vizinhos. Os participantes podem inscrever até três matérias em cada categoria, produzidas entre julho de 2014 e julho de 2015, comprovadamente veiculadas. Os estudantes de jornalismo de cursos reconhecidos pelo MEC poderão inscrever textos produzidos para uma disciplina ou jornal laboratório impresso, seguindo o mesmo período proposto pelo regulamento.



O material será avaliado por um júri composto de profissionais com experiência e conhecimento no agronegócio pela atuação em instituições de ensino, entidades representativas ou vivência do agrojornalismo em seu histórico profissional. Os vencedores do 14º Prêmio de Jornalismo serão conhecidos durante a Expointer, realizada entre final de agosto e início de setembro, em Esteio (RS). O primeiro colocado de cada categoria receberá R$ 10 mil, o segundo será premiado com um tablet e o terceiro com uma câmera fotográfica. Já o vencedor da categoria Estudante levará para casa R$ 5 mil, e o da categoria América do Sul ganhará uma viagem para o Rio de Janeiro - RJ, com um acompanhante.



“O trabalho dos profissionais de comunicação é muito importante para que, cada vez mais, a força que vem do campo seja divulgada e percebida pelos brasileiros. O Prêmio de Jornalismo organizado pela marca é uma maneira de reconhecermos a importância desses profissionais”, afirma Carlito Eckert, Diretor Comercial da Massey Ferguson.



Conheça a lista dos profissionais que serão responsáveis pela avaliação dos trabalhos inscritos:



Marli dos Santos - Graduada em publicidade e jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Mestre em comunicação pela mesma instituição e doutora em Ciências da Comunicação, Núcleo de Jornalismo e Linguagem pela ECA/USP. Atualmente é professora titular do curso de jornalismo da Metodista e também de especialização (lato sensu) “Jornalismo, Educação e Ciência” e jornalismo Institucional na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Marco de Bari - Editor de fotografia da Revista Quatro Rodas há mais de 13 anos. Iniciou a carreira como fotógrafo de moda para a revista Manequim. Também realizou trabalhos para as revistas: Nova, Capricho, Claudia, Placar, Náutica, Viagem & Turismo, Os Caminhos da Terra e Agência Estado. Recentemente foi premiado com o Prêmio Abril de Jornalismo.

Regina Soler - Mestre em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atualmente é professora mestre adjunto na Cásper Líbero. Experiência na área de comunicação com ênfase em televisão, atuando principalmente nos seguintes temas: documentários, vídeos para TV/Internet, programas infanto-juvenis e jornalísticos. Trabalha em televisão há 32 anos.

Robinson Cipriano - Graduado em Comunicação Social pelo Centro Universitário de Brasília em 1997, tem experiência na área de divulgação científica, comunicação mercadológica, comunicação pública, comunicação social, comunicação interna, assessoria de imprensa e marketing cultural. Iniciou sua carreira na Embrapa em maio de 2000, onde ocupou cargos como Coordenador de Jornalismo, Comunicação Interna e Gestor de Macroprograma, sempre na Secretaria de Comunicação. Atualmente ocupa a função de Coordenador de Comunicação Mercadológica da Secretaria de Comunicação da Embrapa.

Mylena Fiori – Gerente de imprensa da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento). Formada em jornalismo pela PUC RS, contabiliza 25 anos de experiência na área de comunicação institucional, produção de textos, edição e reportagem. Seu histórico profissional contempla passagens pelo segmento de jornalismo, agricultura e governamental, como o Ministério da Agricultura onde foi responsável pela assessoria de Comunicação Social por mais de dois anos.

Regina Sakakibara – Coordenadora do setor de Comunicação da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul). Formada em comunicação social com especialização e pós em marketing, atuou em importantes empresas do setor agrícola no Rio Grande do Sul, como Agropecuária Cerro Coroado, Secretária de Estado da Agricultura e Abastecimento (ASCAR), Proagro Pioneer, entre outras. Forte experiência em planejamento de marketing da comunicação empresarial, propaganda, relações públicas e jornalismo empresarial.

Daniela Osvald Ramos - Graduada em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1997) e mestre em Comunicação e Cultura pela Universidade de São Paulo (2002). Doutora na mesma instituição, na linha de pesquisa de Interfaces Sociais da Comunicação (2011). É professora de Jornalismo Online e Laboratório de Jornalismo Impresso II (Jornal do Campus) no curso de Jornalismo do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE) da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo.

Bárbara Gutiérrez – Diretora de Comunicação do Ministério de Agricultura do Chile. Formado em jornalismo na Universidad de Arte y Ciencias Sociales de Chile, com diversas especializações nas áreas de relações públicas e economia. Trabalhou como repórter de economia no Diario La Epoca, jornal La Tercera, coordenadora de relações econômicas do ProChile, editora do Diario Financeiro e por último, diretor de comunicações do Ministério de Agricultura do Chile.

Serviço

O quê – 14º Prêmio de Jornalismo

Quando – Inscrições até 10 de julho de 2015

Como – Poderão concorrer trabalhos publicados/veiculados de 10/07/14 a 10/07/15.

Onde – www.premiojornalismo.com.br

 
Sobre a Massey Ferguson

A marca Massey Ferguson é líder no mercado brasileiro de tratores há mais de 50 anos ininterruptos. É fabricada pela AGCO, maior fabricante de tratores da América Latina e a maior exportadora do produto do Brasil. Os tratores, colheitadeiras e implementos Massey Ferguson são exportados para mais de 80 países, com atuação destacada nos Estados Unidos, Argentina, Venezuela, Chile e África do Sul. As fábricas, no Brasil, ficam no Rio Grande do Sul: Canoas (tratores), Santa Rosa (colheitadeiras) e Ibirubá (implementos). Mais: www.massey.com.br


Sobre a AGCO

AGCO (NYSE: AGCO) é uma das líderes mundiais em concepção, fabricação e distribuição de equipamentos agrícolas. Para apoiar a maior produtividade no campo a AGCO oferece uma linha completa de produtos que inclui tratores, colheitadeiras, equipamentos para fenação e forragem, pulverizadores, equipamentos para preparo de solo, implementos, peças de reposição e sistemas de armazenagem de grãos e produção de proteína.  Os produtos AGCO são vendidos por meio das cinco marcas Challenger ®, Fendt®, GSI®, Massey Ferguson® e Valtra® e distribuídos globalmente por uma rede de 3.070 concessionárias e distribuidores independentes, em mais 140 países. A AGCO tem sua sede em Duluth, Georgia, USA. Em 2014, a AGCO teve vendas líquidas de US$9,7 bilhões. Para mais informações, visite www.AGCOcorp.com.

AGCO: 25 anos de identidade, séculos de história



Contatos para a imprensa:
S2Publicom
http://www.s2publicom.com.br
Twitter Facebook / Youtube: S2Publicom
PABX: (11) 3027-0200 / 3531-4950


Fernando Irribarra – fernando.irribarra@s2publicom.com.br - (11) 3531-4959 / 97418-3710
Lucas Rezende – lucas.rezende@s2publicom.com.br - (11) 3027-0200 ramal 331
Viviane Santa Cruz – viviane.santacruz@s2publicom.com.br - (11) 3027-0220
Priscila Rocha – priscila.rocha@s2publicom.com.br - (11) 3027-0200

Massey FergusonNacionalReportagensS2 Publicom